Dores na região do pescoço: como lidar?

Rotina de trabalho estressante, congestionamentos no trânsito, problemas e preocupações diárias. Posso apostar que você também já sentiu pulsar a tensão nos ombros e dores no pescoço após um dia cheio.

É comum ter dores ou sentir uma rigidez nessa região de vez em quando.

Às vezes, a dor no pescoço também pode ser causada por lesões causadas por uma queda, esportes de contato ou movimentos bruscos. Na maioria dos casos, não é uma condição séria e costuma passar dentro de alguns dias.

Entretanto, essa pressão que muitas vezes sentimos pode não ser apenas fruto do cansaço e do desgaste físico e/ou mental, mas também de outros problemas mais sérios.

Por isso, no artigo de hoje, vou falar um pouco sobre como lidar com as dores no pescoço e como resolvê-las.

O que é a fibromialgia e como tratar?

A fibromialgia é uma doença silenciosa e não detectável em exames laboratoriais. Por causa disso, muitas vezes o portador sofre em dobro: além de sofrer com as dores em todo o corpo, também sofre com a descrença e desconfiança de quem está ao seu redor, que, não raro, duvidam da legitimidade da condição. Sim, é triste mas isso realmente acontece com frequência, há muitas pessoas que duvidam que os sintomas sejam verdadeiros, mas isso não invalida quem sofre com fibromialgia.

Você sabe a diferença entre cefaleia e enxaqueca?

Você sabe a diferença entre cefaleia e enxaqueca? É muito comum que as pessoas pensem que toda dor de cabeça é enxaqueca. Entretanto, ela é apenas um entre os 150 tipos de cefaleia. E a cefaleia, como você pode imaginar, é o nome técnico da dor de cabeça. Já falamos aqui sobre os 4 tipos mais comuns e hoje vamos falar um pouco mais sobre uma delas: a enxaqueca.

O QUE É A CEFALEIA?

As cefaleias são as dores de cabeça em geral. Elas são divididas em dois grandes grupos: primárias e secundárias. As cefaleias primárias são a própria causa da dor. A enxaqueca é uma das formas mais comuns de cefaleia primária e pode ser descrita de diversas maneiras como  pulsação e latejante. Já as cefaleias secundárias podem ser provocadas por dezenas de doenças diferentes: oftalmológicas, vasculares (hemorragia cerebral, vasculites), infecciosas graves (meningite bacteriana), infecciosas brandas (gripe ou meningite viral)…

A neuralgia do trigêmeo

Você já teve dor lancinante na face que deu vontade de apertar para fazer parar? Ou talvez achou que era proveniente de dor de dente e descobriu que não tinha nada errado com os dentes após um longo tratamento…desnecessário? Pois é, pode ser um sintoma da neuralgia do trigêmeo.


trigemino

A neuralgia do trigêmeo, ou tic doloroso, como também é chamada. A neuralgia do trigêmeo (NT) é uma dor neuropática que acomete o(s) ramo(s) do nervo trigêmeo, e é uma das dores mais severas conhecidas. Esta dor pode ser acompanhada de leves espasmos faciais, o tic, eis o nome tic doloroso.

  • Mari

    Mari

    "Já tinha consultado inúmeros médicos sem resultado algum...o Singular fez toda a diferença no momento crítico pelo qual passei. Além dos profissionais competentes, o tratamento humanitário foi destaque durante o tratamento." Lea Más
  • Marcelo

    Marcelo

    "23 anos de dor lombar crônica. No começo de tudo a dor era insuportável, 24 hs por dia; nessa época já não esperava mais nada, era como mais uma consulta, mas foi através do tratamento de bloqueios e fármacos específicos Lea Más
  • Priscilla

    Priscilla

    "Confio plenamente em toda equipe que cuida de mim...estou evoluindo cada dia mais...minha vida não parou." Lea Más
  • Lucinda

    Lucinda

    Acho que nunca me acostumei com a dor, e saber que era possível me livrar dela me fez chegar até aqui, um lugar tão Singular, que certamente simbolizará um novo jeito de caminhar, um novo destino com projetos e possibilidades. Lea Más
  • Omar

    Omar

    DR CHARLES e DR FABRÍCIO dois Profissionais e dois seres humanos , sem palavras..... Lea Más
  • Marcelo

    Marcelo

    No início de 2013 comecei a sentir dores constantes na região cérvico-toráxica. Não sabia as causas e muito menos o diagnóstico para aquele incômodo muscular que passou a ser diário. Com o passar do tempo a dor começou aumentar de intensidade e de duração. Lea Más
  • Anderson

    Anderson

    É difícil mensurar minha satisfação atual, assim como era difícil suportar tanta dor e sofrimento pelo qual passei quando do início de meu tratamento junto à clínica singular, em especial pelo atendimento prestado pelo Dr. Charles. Lea Más
  • Gláucia

    Gláucia

    Procurei o Dr. Fabrício em decorrência de um pós operatório frustrado. Cheguei a primeira consulta totalmente fatigada, abaixo do meu peso, muita olheira por  noites mal dormidas e com uma grande expectativa quanto a solução para o alívio das dores Lea Más
  • Rodrigo

    Rodrigo

    Assim como o ano de 2016, o de 2017 para mim inicia-se com um enorme otimismo e as melhores expectativas possíveis! Todo esse otimismo está embasado no belíssimo papel que a Clínica SINGULAR desempenha em minha vida e na de Lea Más
  • Rosalva

    Rosalva

    Quero agradecer à toda equipe da Clínica Singular, todos, sem exceção, atenciosos, sempre presentes e muito gentis.  Em especial ao fisioterapeuta Rodrigo Vasconcelos que me auxiliou com exercícios e após conversar com o Dr. Rafael Barreto Silva  do Instituto da Lea Más
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10