(19) 3251-2312 / 3325-1522  |    (19) 99837-4640  |    contato@singular.med.br  |  
 

smartwatch e dor crônicaUma pesquisa registrada neste mês no Instituto Nacional de Saúde dos EUA (NIH) buscará investigar o uso de smartwatch, smartphone e aplicativos para monitorar e estimular a adoção de estratégias não farmacológicas para promover mais saúde e qualidade de vida para pessoas com dor crônica.

Cerca de 240 pessoas com dor crônica participarão deste estudo, que deve durar ao todo 2 anos. Todos os participantes receberão um applewatch e um iphone equipados com aplicativos desenvolvidos especialmente para monitorar o nível de atividade física, o nível de dor relatado, incapacidade, qualidade do sono, depressão, uso de medicação e frequência cardíaca.

Ao entrar no estudo, os participantes serão encorajados a buscarem estratégias mais ativas e não farmacológicas para terem mais qualidade de vida, como atividade física, alongamento e mindfulness (atenção plena).

Uma das funções dos aplicativos será monitorar o dia a dia dos pacientes e assim facilitar a comunicação destes com a equipe de profissionais de saúde, que terão relatórios de diversos aspectos no período entre as consultas. Outro objetivo do estudo é promover um maior entendimento das experiências e necessidades de pessoas com dor crônica.

O estudo está sendo promovido através de uma parceria entre a Geisinger Clinic e a Purdue Pharma. Para acessar o registro da pesquisa, clique aqui: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03299556?term=0196&recrs=f&rank=1