(19) 3251-2312 / 3325-1522  |    (19) 99837-4640  |    contato@singular.med.br  |  
 

síndrome de dor pós laminectomiaMuitos pacientes enxergam a cirurgia como um último recurso para eliminar a dor nas costas. O problema é que cirurgias para a coluna muitas vezes não trazem o alívio esperado e em alguns casos chegam a piorar a condição. O insucesso é tão frequente que recebeu até o seu próprio diagnóstico. Em inglês, este diagnóstico recebe o nome de FBSS (Failed Back Surgery Syndrome, ou síndrome da falha da cirurgia na coluna). Já no Brasil, temos o diagnóstico de Síndrome de Dor Pós Laminectomia.

Dr. Jay Joshi, no evento Pain Week 2017, sugeriu um critério diagnóstico simples e direto para o diagnóstico de FBSS: o paciente ter a mesma dor ou ter uma dor mais intensa no mesmo local de antes da cirurgia. Dr Joshi calcula que isso acontece em 20 a 40% dos casos, mas aponta que muitos destes não são registrados.

Vários fatores aumentam o risco de se desenvolver síndrome de dor pós laminectomia. O mais comum deles é o diagnóstico inadequado, segundo Dr. Joshi. Outros fatores importantes são tabagismo e transtornos de humor e ansiedade, que podem afetar o processo de recuperação e também amplificar a forma como a dor é percebida.

Como recursos para o tratamento da dor pós laminectomia, Dr. Joshi cita fisioterapia, psicoterapia e medicamentos, além de procedimentos da Medicina Intervencionista da Dor, como bloqueios peridurais e radiofrequência.

A fala de Dr. Jay Joshi sobre o assunto aconteceu no evento anual PAINWeek 2017. Para conhecer melhor o evento, clique aqui