(19) 3251-2312 / 3325-1522  |    (19) 99837-4640  |    contato@singular.med.br  |  
 

dr peter staats newsweekEm artigo para a revista Newsweek, Dr. Peter Staats, ex-presidente da Sociedade Americana de Médicos Intervencionistas em Dor (Asipp), abordou um assunto cada vez mais em voga nos EUA: a crise do uso de opioides para dor crônica.

O artigo, publicado na edição online da revista no dia 04/11, lista as recentes iniciativas de diferentes estados americanos para diminuir as prescrições de opioides e também cita o presidente Donald Trump, que declarou o uso de opioides no país como uma epidemia e uma emergência de saúde pública.

Dr. Staats considera tais iniciativas como importantes, porém declara no artigo que o principal fator que poderia acabar com a crise é a adoção de novos recursos de tratamento que sejam mais eficazes e menos perigosos que o uso exagerado dos opioides. Entres estes recursos, ele cita a Medicina Intervencionista da Dor, cujos procedimentos minimamente invasivos são recursos efetivos em muitos tipos de dor, porém têm sido negligenciados pelos planos de saúde por terem um custo inicial maior. Dr. Staats considera esta postura um erro, já que eles têm um nível de efetividade muito maior, gerando menos custos a longo prazo.

O artigo relata o crescente uso de opioides nos EUA nas duas últimas décadas, período em que eles se tornaram o recurso padrão para o tratamento de dores crônicas. O problema, segundo Dr. Staats, é que estes medicamentos não são indicados para todos os tipos de dor e, em muitos casos, o paciente continua a ter dores intensas e qualidade de vida diminuída anos após ter iniciado o tratamento. Apesar disso, as prescrições de opioides nos EUA continuaram a aumentar consideravelmente neste período. Já os procedimentos intervencionistas, como a radiofrequência ou a neuroestimulação medular, segundo diversos estudos, têm altos níveis de eficácia mesmo um ano após os tratamentos. 

Dr. Peter Staats é diretor clínico no National Spine and Pain Centers e na Electricore, ex-presidente da Sociedade Americana de Médicos Intervencionistas em Dor e ex-presidente da Sociedade Norte Americana de Neuromodulação.

Para ler o artigo completo, original em inglês na Newsweek, clique aqui: http://www.newsweek.com/theres-one-sure-way-fix-opioid-crisis-702009