BannerSite SIngular Clínica Sindrome miofascial 1200px 590pxA Síndrome de Dor Miofascial, ou Dor Crônica Miofascial, é um transtorno muito comum, responsável por muitos dos casos de dor que acometem as pessoas em geral. Ela recebe este nome por afetar as fáscias, que são os tecidos conjuntivos que cobrem os músculos.

Quase todo mundo já sentiu alguma dor muscular na vida. A diferença da síndrome miofascial é que a dor não melhora com o tempo e às vezes até piora. Em outro post em nosso site, falamos sobre a dor muscular em geral. Para saber mais, clique aqui. https://www.singular.med.br/es/2015-04-08-20-59-16/blog/296-dor-muscular-ou-mialgia-saiba-como-alivia-la-e-quando-buscar-ajuda-medica.html

Na dor miofascial, a pressão de alguns pontos sensíveis nos músculos, chamados de pontos gatilho, pode provocar dor em outras partes do corpo. Este fenômeno é chamado de dor referida.

Há duas principais causas para a dor miofascial: lesão ou uso repetido. Ela pode ocorrer quando há um trauma ou um micro-trauma em um músculo ou grupo de músculos, ou ainda quando um músculo é contraído repetidamente ao longo do tempo, ou seja, por esforço repetitivo no trabalho ou até mesmo no lazer ou no esporte. O estresse também pode gerar uma tensão muscular intensa e provocar o surgimento da síndrome dolorosa miofascial.

O tratamento pode envolver diferentes recursos, como medicações, infiltrações nos pontos gatilho, várias técnicas da fisioterapia especializada, agulhamento seco, acupuntura e, em casos de dor relacionada ao estresse emocional, Psicoterapia Cognitivo Comportamental. Ao perceber que a sua dor muscular não está apresentando melhora ao longo do tempo, recomendamos que consulte um médico especializado em dor para discutir as melhores opções de tratamento para o seu caso em particular.

Uma curiosidade aos pontos gatilho é que a médica criadora do termo “pontos gatiho”, Dra. Janet Travel, foi a primeira médica a servir a Casa Branca, tendo por anos tratado da intensa dor do presidente John F. Kennedy. Para ler sobre esta história, clique aqui: https://www.singular.med.br/midia/blog/412-a-dor-cronica-de-john-f-kennedy.html

  • Mari

    Mari

    "Já tinha consultado inúmeros médicos sem resultado algum...o Singular fez toda a diferença no momento crítico pelo qual passei. Além dos profissionais competentes, o tratamento humanitário foi destaque durante o tratamento." Lea Más
  • Marcelo

    Marcelo

    "23 anos de dor lombar crônica. No começo de tudo a dor era insuportável, 24 hs por dia; nessa época já não esperava mais nada, era como mais uma consulta, mas foi através do tratamento de bloqueios e fármacos específicos Lea Más
  • Priscilla

    Priscilla

    "Confio plenamente em toda equipe que cuida de mim...estou evoluindo cada dia mais...minha vida não parou." Lea Más
  • Lucinda

    Lucinda

    Acho que nunca me acostumei com a dor, e saber que era possível me livrar dela me fez chegar até aqui, um lugar tão Singular, que certamente simbolizará um novo jeito de caminhar, um novo destino com projetos e possibilidades. Lea Más
  • Omar

    Omar

    DR CHARLES e DR FABRÍCIO dois Profissionais e dois seres humanos , sem palavras..... Lea Más
  • Marcelo

    Marcelo

    No início de 2013 comecei a sentir dores constantes na região cérvico-toráxica. Não sabia as causas e muito menos o diagnóstico para aquele incômodo muscular que passou a ser diário. Com o passar do tempo a dor começou aumentar de intensidade e de duração. Lea Más
  • Anderson

    Anderson

    É difícil mensurar minha satisfação atual, assim como era difícil suportar tanta dor e sofrimento pelo qual passei quando do início de meu tratamento junto à clínica singular, em especial pelo atendimento prestado pelo Dr. Charles. Lea Más
  • Gláucia

    Gláucia

    Procurei o Dr. Fabrício em decorrência de um pós operatório frustrado. Cheguei a primeira consulta totalmente fatigada, abaixo do meu peso, muita olheira por  noites mal dormidas e com uma grande expectativa quanto a solução para o alívio das dores Lea Más
  • Rodrigo

    Rodrigo

    Assim como o ano de 2016, o de 2017 para mim inicia-se com um enorme otimismo e as melhores expectativas possíveis! Todo esse otimismo está embasado no belíssimo papel que a Clínica SINGULAR desempenha em minha vida e na de Lea Más
  • Rosalva

    Rosalva

    Quero agradecer à toda equipe da Clínica Singular, todos, sem exceção, atenciosos, sempre presentes e muito gentis.  Em especial ao fisioterapeuta Rodrigo Vasconcelos que me auxiliou com exercícios e após conversar com o Dr. Rafael Barreto Silva  do Instituto da Lea Más
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10